domingo, 15 de julho de 2012

Traineira no Seco – Óleo e Acrílico sobre linho


“Traineira no Seco” – Óleo e Acrílico sobre linho – 16x28 – Ano de 2012
“... a série de pedras ‘deu um tempo’. Continuo com vontade de pintá-las, pela beleza plástica e por suscitarem contos e crônicas com sabor de frutos do mar. Mas tudo tem limite, acho que devemos parar de comer enquanto ainda temos fome e parar de escrever enquanto ainda temos o que dizer.
A pintura da ‘Traineira no Seco’ é imaginada – soma de fatos, imagens, situações reais guardadas na memória, embaralhadas e redispostas  pelos impulsos criativos, pela inspiração, emoção...”

22 comentários:

  1. Oh this is SO beautiful! I LOVE that moody sky - we are getting a lot of those at the moment! And the texture and colours are just gorgeous :0)

    ResponderExcluir
  2. Cores magníficas, grande impacto visual, é mesmo uma imagem poética que dá para imaginar múltiplas histórias ao seu redor, ou "apenas" uma simples traineira fora de água. Arte é isto mesmo, muitos parabéns e muito obrigado pela partilha.
    Um grande abraço de Portugal

    ResponderExcluir
  3. Kävin täällä nauttimassa...
    Käsiesi työt ovat niitä joissa 'silmä lepää'.
    Tekisin niitä itse jos vain osaisin.
    On pysyttävä valokuvan parissa.
    Terveisin Eko

    ResponderExcluir
  4. Amo o mar sempre,
    adoro a perfeita combinação
    das cores
    e a linda visão da perspectiva de
    quem esta fora.
    Quando poeta, gosto de me
    pesar la dentro, sentindo o
    balanço...
    Linda tela!

    ResponderExcluir
  5. Que texto lindo você é um poeta com as cores com os pincéis, acho tão linda sua obra e ela tem fundamento dentro de você, parabéns! abraço e uma boa semana para você e sua musa.

    ResponderExcluir
  6. Olá Antônio,

    Criar uma obra tão linda através de arquivos da memória é realmente
    um dom divino.
    A pintura está lindíssima e amei as cores utilizadas.
    Achei suas colocações bem interessantes acerca do "tudo tem limite".
    Parabéns por mais esta encantadora obra!

    Obrigada pelo carinho em meu recanto. Gostei muito do seu comentário.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  7. Ficou muuuuito bom, gostei! Não foram tantos tons, sei lá...gostei! Meu parabéns!!

    []s

    ResponderExcluir
  8. Essa traineira, linda na tela, passa a imagem de solidão e abandono. Mas é o tipo de pintura que gostamos de olhar e que nos traz a sensação de paz, de dever cumprido e de merecido descanso. Abraços

    ResponderExcluir
  9. Fico pensando nas histórias contidas e o pintor a revelá-las na sua sensibilidade...
    Acho muito poético pensar que podemos voltar e recomeçar um amor que não se esgotou.
    Gde abraço, em divina amizade.
    Sonia Guzzi

    ResponderExcluir
  10. Muito lindo,como sempre!
    Participe da 2ª Mostra Arte em Foco lá no blog, espero você lá...
    Bjos, Mari.

    ResponderExcluir
  11. Hola Antonio, es un óleo maravilloso, como todos los tuyos. Me gusta mucho cómo has empleado los colores, con eso tonos cálidos en la base del barco, la composición y las texturas. Es un auténtico placer contemplar tus pinturas.
    Un fuerte abrazo.

    ResponderExcluir
  12. Antônio!

    Invejável a sua inspiração! Linda essa obra que nasceu, em parte, do seu imaginário. Próprio de artista competente e maduro! Que Deus conserve sua capacidade criativa.

    Parabéns! Adorei a sua frase "parar de escrever enquanto ainda temos o que dizer", nem sempre consigo rs.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  13. Caro amigo Antonio...

    Sua Obra transcende a tela do computador.. vc olha e se transporta..
    imagino o impacto de ve-la ao vivo..
    Um dia eu tive uma oportunidade de visitar uma sala onde só tinham obras de Vang Gogh... e emoção foi tanta... o amarelo me possuiu..

    Ontem eu postei um trabalho baseado na Obra da Laura Trisot..sei que ela também é tua admiradora..
    Te convido a visitar-me.....

    Um abraço a todos voces do Atelie..pessoas tão queridas...

    ResponderExcluir
  14. Antônio, apreciar as tuas telas faz tão bem, independente da fase, que tens todo o direito de impor o limite que queiras.
    Segue assim....
    Um abraço

    ResponderExcluir
  15. always the contradiction, dear Antonio, a ship at rest in intense motion, in a world
    alive around it, alive with color, alive with intensity. thank you !! robert

    ResponderExcluir
  16. Oi, Antonio, gostei do pesqueiro meio encalhado... você sempre surpreende! E me parece que vem chuva lá daquele céu meio bravo. E o pobre do barco abandonado! Foi isso que senti...

    Beijos ao atelier e à Musa!!
    Tais

    ResponderExcluir
  17. Achei seu blog na blogosfera.
    E adoreii!

    Já estou te seguindo..
    Me visite tbm
    http://lidiepaulo.blogspot.com.br

    Beijocas
    Ótima Semana \º/

    ResponderExcluir
  18. Hello, Antonio Machado.

      Your work is embraced in your gentleness.
      And sweet message charms my heart.

      The prayer for all peace.

    Have a good weekend. From Japan, ruma❃

    ResponderExcluir
  19. Querido amigo,
    Hoje é dia de dizer que te quero bem,
    que penso em ti sempre
    e que tua amizade é muito importante para mim.
    Quero dizer também que teu carinho
    e tua alegria tornam minha vida mais bonita,
    e que te conhecer me fez crescer muito.
    Feliz dia do amigo.
    Beijocas

    ResponderExcluir
  20. Que resultado belo para esta técnica.
    Eu adoro passar por aqui porque viajo entre as tuas pinceladas de poesia sobre tela, meu amigo!!!
    Grande abraço

    ResponderExcluir
  21. Querido amigo Antonio Machado
    Tenha um lindo e abençoado final de semana.
    Beijocas

    ResponderExcluir

Google+